Introdução ao EMDR

No final dos anos 80, a doutora em psicologia Francine Shapiro caminhava por um parque na Califórnia quando notou que seus pensamentos perturbadores começaram a perder a intensidade. Ao pensar novamente neles, conscientizou-se de que não a incomodavam como antes. Ela observou que seus olhos haviam se movido de forma ritmada de um lado para outro, enquanto trazia um pensamento perturbador à mente. Os olhos se moviam de um lado para outro ao tentar não pisar em flores ao longo do caminho.

Após esse evento nada especial, ficou intrigada com o resultado e decidiu conferir se o procedimento funcionava com outras pessoas. Pediu a amigos para escolherem algo perturbador e a seguirem o movimento de seus dedos com os olhos, pois não conseguiam mover os olhos de um lado para outro por muito tempo. Eles também relataram atenuação do desconforto. A partir dessas observações, doutora Shapiro batizou essa redução da sensibilidade a recordações perturbadoras como Dessensibilização por Movimentos Oculares (EMD).

Depois de experimentar com mais pessoas, começou a perceber que mais importante do que a redução de desconforto pela dessensibilização, o que ocorria era um Reprocessamento, ou seja: ressignificação positiva espontânea de experiências traumáticas. Em vez de a pessoa pensar, por exemplo: “sou culpado”, ao pensar na situação perturbadora, o que vinha à cabeça espontaneamente era: “fiz o melhor que pude; era apenas uma criança” etc. Por conta dessa ressignificação, rebatizou o método de Reprocessamento e Dessensibilização por Movimentos Oculares (Eye Movement Desensitization and Reprocessing – EMDR).

O QUE É EMDR?
Prof. André Monteiro

O EMDR é uma forma de terapia não-convencional relativamente nova. Seu uso tem-se tornado cada vez mais popular, especialmente para o tratamento de Transtorno de Estresse Pós-Traumático – TEPT. O TEPT normalmente ocorre após experiências como combate de guerra, agressão física, estupro ou acidentes automobilísticos.

Em um primeiro momento, o EMDR parece abordar questões psicológicas de maneira não usual. A técnica não recorre à terapia de fala ou a medicamentos. Em vez disso, o EMDR usa o movimento rápido e ritmado do próprio paciente. Esses movimentos oculares mitigam o poder de memórias de eventos traumáticos com grande carga emocional.

COMO FUNCIONA O EMDR?
Um sessão de terapia de EMDR pode durar até 90 min. O terapeuta irá movimentar os dedos de um lado para outro na sua frente e pedir-lhe para seguir os movimentos de sua mão com os olhos. Ao mesmo tempo, o terapeuta solicitará que você se recorde de um evento perturbador. Isso inclui as emoções e as sensações que o acompanham.

Gradativamente, o terapeuta irá guiar seus pensamentos perturbadores para outros mais agradáveis. Alguns terapeutas utilizam técnicas alternativas de estimulação como toques na mão ou nos pés ou sons musicais alternados. As pessoas que usam a abordagem argumentam que o EMDR pode diminuir o efeito de emoções negativas. Antes ou depois de qualquer tratamento de EMDR, o terapeuta irá pedir que você avalie seu nível de perturbação. A expectativa é que os efeitos debilitantes das memórias perturbadoras sejam reduzidos.

Apesar de a maioria das pesquisas com EMDR serem voltadas para portadores de TEPT, o EMDR é as vezes utilizado de forma experimental para tratar vários outros problemas psicológicos, entre eles: ataques de pânico, distúrbios alimentares, dependência química e ansiedade, como dificuldade de falar em público ou fobia a tratamento dentário.

O EMDR é uma terapia segura e sem efeitos colaterais. Sua eficácia já foi demonstrada em uma série de relatórios e estudos – inclusive utilizando testes com ressonância magnética. As pessoas que usam a abordagem argumentam que o EMDR pode diminuir o efeito de emoções negativas. Antes ou depois de qualquer tratamento de EMDR, o terapeuta irá pedir para que o paciente avalie seu nível de perturbação. A expectativa é que os efeitos debilitantes das memórias perturbadoras sejam reduzidos a cada sessão. Mais de 20 mil terapeutas já foram treinados em EMDR ao redor do mundo e a abordagem é reconhecida e recomendada pela Organização Mundial da Saúde.

CERTIFICAÇÃO
O terapeuta que emprega o método do EMDR deve ser certificado por meio do EMDR® Institute – fundado em 1990 pela Dra. Francine Shapiro, nos Estados Unidos. O treinamento só é reconhecido oficialmente quando ministrado por treinadores credenciados pelo EMDR® Institute, pelo EMDR Iberoamérica ou pelo EMDR Europa. Para informações adicionais, conferir os sites www.emdr.com, www.emdrbrasil.com.br, www.emdriberoamerica.org ou www.emdr-europe.org.

Confira AQUI os próximos treinamentos básicos de EMDR do Espaço da Mente
públco alvo: psicólgos e médicos

Tell Us What You Think
0Like0Love0Haha0Wow0Sad0Angry

0 Comentário

Deixe um comentário

Bitnami